Librottiglia: uma garrafa de vinho que se lê

foto
Librottiglia: uma garrafa de vinho que se lê

A Reverse Innovation pegou na combinação clássica “vinho e um bom livro” e colocou tudo numa só garrafa.

O projeto, intitulado “Librottiglia” (a combinação de livro – libro – e garrafa – bottiglia – em italiano), traduz-se numa coleção de vinhos, cada um emparelhado com uma curta literária escolhida a dedo, ou seja, consoante as características de cada vinho, é-lhe atribuído o gênero da literatura que mais lhe é adequado. A ideia é proporcionar experiências vínicas que se equilibram com os cenários e impressões espoletadas pela história.

A iniciativa nasce de uma colaboração entre a agência de design Reverse Innovation e a produtora de vinho italiana Matteo Correggia, sendo que o produto final é uma linha com livros amarrados à garrafa, dissimulados como o rótulo do vinho. A marca colaborou com três autores para materializar a ideia: Patrizia Laquidara, autora da fábula “La rana nella pancia” (a rã na barriga), acompanha o tinto Anthos, seco e doce; “ti amo. dimenticami” (Amo-te. Esquece-me) é escrito por Regina Nadaes Marques e vem com o Nebbiolo Roero; “l’omicidio” (O homicídio), assinado pelo jornalista saírico Danilo Zanelli é o par do branco Roero Arneis.

“Hoje, lemos livros no computador, tablets e celulares. Por que não numa garrafa de vinho?” Questiona a equipe criativa da Reverse Innovation. Cada garrafa de 375 ml custa 15 euros, aqui, e o conjunto das três pode ser adquirido por 40 euros.

*Por Sara Andrade, no GQ.