Livro inédito de J.R.R. Tolkien é publicado...

foto
... cem anos após ser escrito

O escritor J.R.R. Tolkien - AP

Um livro inédito do célebre J.R.R. Tolkien, autor de "Senhor dos anéis", foi publicado nesta quinta-feira, cem anos depois de ser escrito. "Beren e Lúthien" é descrita como uma história de "conteúdo pessoal" que o então professor da Universidade de Oxford, no Reino Unido, criou ao retornar da Batalha do Somme, ocorrida na França, em julho de 1916, durante a Primeira Guerra Mundial.

Contando com ilustrações de Alan Lee, que venceu um Oscar por seu trabalho na trilogia cinematográfica de Peter Jackson, a publicação foi editada pelo filho do escritor, Christopher Tolkien, de 92 anos, e contém versões de um conto que tornou-se parte do "O Silmarillion", lançado em 1977.

O "novo" livro é sobre o destino de dois amantes Beren e Lúthien, um homem mortal e uma elfa imortal que tentam roubar uma posse do maior de todos os seres do mal, Melkor, posteriormente chamado Morgoth, o inimigo negro. O pai dela, um lorde Elvish, não aprova o relacionamento e impôs para Beren uma tarefa impossível para que eles possam ficar juntos.

Os nomes Beren e Lúthien estão gravados na sepultura de Tolkien e de sua mulher, Edith, no cemitério em Wolvercote, na cidade de Oxford, no Reino Unido. Lúthien foi inspirada em Edith, que morreu dois anos antes do escritor.

Morto em 1973, boa parte dos títulos de Tolkien foram publicados postumamente, incluindo "O Silmarillion", "Contos inacabados" e "The history of Middle Earth" (não publicado no Brasil), uma série em 12 volumes editada por Christopher. Suas obras mais conhecidas, entretanto, "O hobbit" e a trilogia "O senhor dos anéis", renderam grande fama ao autor ainda em vida.

*Publicado em O Globo.