Na minha pele...

foto
É de Lázaro Ramo o livro mais vendido na Flip

Livro mais vendido durante a Flip foi ‘Na minha pele’, de Lázaro Ramos

Fora Lima Barreto (1881-1922), claro, o autor homenageado, ninguém foi tão paparicado na Flip 2017 quanto o ator e escritor Lázaro Ramos. É claro que o sucesso na TV Globo ajuda. Mas, por onde ele passou e falou, em três mesas diferentes, foi aplaudido e admirado. Na Livraria da Travessa, na praça da Matriz, em Paraty (RJ), o livro mais vendido nesses dias de Flip foi “Na minha pele”, de Lázaro: 1.187 cópias. Merece.

Entre os convidados estrangeiros da Flip, quem fez um baita sucesso foi Scholastique Mukasonga, nascida em Ruanda e radicada na França. Seu depoimento na Igreja da Matriz, quinta, sobre sua mãe e família durante o massacre de 1994 em seu país, no qual 800 mil pessoas foram massacradas, foi um dos pontos altos do evento literário.

Na lista dos cinco livros mais vendidos na Travessa, dois são dela: “A mulher dos pés descalços” (394) e “Nossa Senhora do Nilo” (272), ambos publicados por aqui pela Nós e traduzidos por Marília Garcia.

*Ancelmo Gois, em O Globo.